17 de Fevereiro de 2009

Alunos do Estado terão materiais de recuperação para baixa, média e alta dificuldade

da Redaçao Rádio Difusora

        A Secretaria de Estado da Educação resolveu aprimorar o sistema de recuperação de conteúdos em suas escolas. A partir deste ano os cerca de 3,3 milhões de alunos de 5ª a 8ª e de Ensino Médio terão, se necessário, três tipos de materiais para reforço, divididos em baixa, média e alta dificuldade. A nova recuperação em língua portuguesa e matemática terá início após capacitação dos professores.

         O objetivo da separação por nível é proporcionar atendimento específico dos temas que os estudantes apresentam menor aproveitamento. Os cadernos abordam a proposta curricular do Estado de forma diferenciada, com textos e exercícios sobre os assuntos de menor compreensão dos estudantes.

         As aulas de recuperação se estenderão durante todo o ano. Nos próximos dias os professores serão capacitados e avaliarão quais alunos terão a nova recuperação - esta avaliação será por intermédio de prova e indicação dos educadores.

A expectativa é de que cerca de 10% dos 3,3 milhões de alunos da rede estadual participem da recuperação. As aulas serão ministradas por professores específicos no contra turno das aulas regulares.

         "A recuperação trará os conteúdos da proposta pedagógica do Estado abordados de uma forma diferenciada. A divisão dos materiais em níveis de dificuldade permitirá uma atenção mais individualizada", afirma Valéria Souza, coordenadora de Estudos e Normas Pedagógicas da Secretaria de Estado da Educação.

         Todos os livros e cadernos de exercícios da nova recuperação foram elaborados pela equipe da Secretaria e já respeitam as novas normas da ortografia brasileira.




<< Voltar >>